fechar× Entre em contato (71) 98103-0300

Especialista dá dicas de como manter a dieta durante as festas juninas

blog-image
As festas juninas se aproximam, e o período de reunir a família e amigos em torno da fogueira, soltar fogos de artifício e dançar muito forró é cheio de comidas típicas deliciosas. Mas para quem deseja manter o peso nessa época do ano, é preciso ficar atento pois os alimentos consumidos são, em sua maioria, repletos de preparações calóricas, ricas em açúcar e gordura, como bolos, canjica e doce de jenipapo, por exemplo.

Mas quem não resiste aos pratos característicos do São João não precisa se desesperar. Existem opções saudáveis que podem ser incluídas no cardápio, como explica a nutricionista e professora do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), Ramona Baqueiro. “O amendoim cozido e o milho, cozido ou assado, além das frutas (laranja e jenipapo), são excelentes opções, pois são ricos em fibras, o que gera maior saciedade”.

A especialista acrescenta que as pessoas não precisam se privar de comer o que gostam, mas que é importante atentar à quantidade dos alimentos ingeridos. “O grande segredo é se permitir, sem exceder as quantidades, afinal são muitos dias de festa”.

Outra questão importante se refere ao consumo de bebidas alcoólicas. O quentão, por exemplo, torna-se o preferido de muitos por ajudar a controlar o frio, sem contar os diversos sabores de licor para todos os paladares. Mas, assim como os alimentos, é preciso ter moderação. “O excesso de álcool pode dificultar o controle do peso, pois se trata de uma caloria vazia. Cada 1 grama possui 7Kcal”, explica Ramona.
“Se considerado o teor alcoólico do licor varia entre 20-28%. 1 dose de 50ml (um copo de cafezinho) tem entre 56 e 77 kcal cindas do álcool, fora os outros ingredientes da bebida, que também fornecem calorias, portanto todo cuidado é pouco”, complementa.

Confira as dicas dadas pela nutricionista para minimizar os efeitos do álcool: “intercalar o consumo da bebida com água e alimentos fontes de carboidrato, como pães, bolos, frutas e massas, e evitar alimentos gordurosos, que pioram o efeito da ressaca, pois retardam a metabolização do álcool. Sucos de frutas naturais e água de coco são ideais para a recuperação”, conclui.